Prefeitura de Sorocaba inaugura Centro de Controle Operacional Integrado (CCOI) – Agência de Notícias

 

Central é responsável pelo controle de mais de 2.500 câmeras de videomonitoramento espalhadas pela cidade, com o objetivo de promover a segurança pública e assegurar agilidade e eficiência no atendimento a ocorrências de mobilidade urbana e trânsito.

 

A Prefeitura de Sorocaba inaugurou, nesta terça-feira (28), o Centro de Controle Operacional Integrado (CCOI), que já está em funcionamento na sede da Secretaria de Mobilidade (Semob), no Alto da Boa Vista, cumprindo mais uma de suas propostas do Plano de Governo.

A central é responsável pelo controle de mais de 2.500 câmeras de videomonitoramento espalhadas pela cidade, com o objetivo de promover a segurança pública e assegurar agilidade e eficiência no atendimento a ocorrências de mobilidade urbana e trânsito.

“A criação desse núcleo é uma das propostas do nosso Plano de Governo e que, neste momento, se concretiza. Em 2021, eram pouco mais de 100 câmeras operadas pela Administração Municipal, número que, agora, passa de 2.500, com tendência de aumentar ainda mais, a partir de novos investimentos e parcerias com a iniciativa privada. Sorocaba passa a ser uma das cidades mais bem monitoradas do interior do Brasil”, destacou o prefeito Rodrigo Manga, durante entrevista coletiva à imprensa no novo CCOI.

A nova central integra câmeras de monitoramento ligadas às secretarias de Mobilidade e Segurança Urbana (Sesu), da Urbes – Trânsito e Transportes, do Sistema BRT Sorocaba e da iniciativa privada, estas últimas como aquelas instaladas pela Associação de Moradores do Jardim Bandeirantes. Todo o sistema é interligado por moderna tecnologia de dados, de última geração, à base de fibra ótica, cujas câmeras são operadas no CCOI por equipes de agentes de trânsito e integrantes da Guarda Civil Municipal (GCM).

Também marcaram presença na coletiva os secretários Carlos Eduardo Paschoini (Semob), Alexandre Caixeiro (Sesu) e Fernanda Burattini (Comunicação (Secom); o diretor-presidente da Urbes, Sergio Barreto; o ouvidor-geral do Município, Evandro Bueno; o deputado estadual Danilo Balas; o vereador Dylan Dantas, que é integrante da Comissão de Segurança Pública da Câmara Municipal, e o diretor de Relações Institucionais da BRT Sorocaba, Gustavo Barata.

Trânsito e transportes

O CCOI funciona 24 horas por dia, como uma grande central de inteligência. “Para implantar um sistema, como esse, o investimento previsto seria de aproximadamente R$ 7 milhões, mas, graças às parcerias com a iniciativa privada, conseguimos reduzir esse custo em cerca de seis vezes. Até então, cada setor operava seu próprio centro de controle, de forma individual, sendo que, agora, todos eles estão interligados e podem ser acessados de uma central geral, que é o CCOI”, explicou o secretário da Semob, durante o evento de inauguração.

Aliás, pelo CCOI, também é possível controlar o tempo semafórico dos dispositivos instalados em cerca de 400 principais cruzamentos da cidade, de maneira a dar mais fluidez ao tráfego. “As câmeras estão espalhadas em pontos estratégicos do município. Além dos próprios públicos e principais vias, elas também estão nos terminais do transporte público e, até mesmo, em pontos nos bairros e dentro dos ônibus. São ferramentas que ajudam a melhorar os serviços prestados, assim como a qualidade de vida da população”, disse o diretor-presidente da Urbes.

 

Segurança

Do ponto de vista da segurança pública, as imagens geradas também são compartilhadas de maneira remota, em tempo real, com outras forças que atuam nessa área na cidade, como as Polícias Civil, Militar e Federal. “É um sistema que alavanca as ações preventivas de segurança pública, inibindo as ações de infratores e melhorando a logística operacional de atendimento das ocorrências e gerando imagens de qualidade que podem ser utilizadas, inclusive, para embasar processos”, frisou o secretário da Sesu.

Nesse sentido, as equipes do CCOI têm acesso direto às plataformas integradas, sendo Córtex e Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública – Central de Atendimento e Despacho (Sinesp-Cad), ambas do Governo Federal, e Detecta, do Governo do Estado de São Paulo, as quais foram intermediadas pelo deputado Danilo Balas. Elas permitem a gestão de operações, facilidade no processo de produção de pesquisas e compilação de resultados de ações de segurança, a partir do acesso a bancos de dados, imagens e demais informações sobre registros de ocorrências e consulta de veículos e pessoas em todo o território nacional.

 

Mais câmeras

Em geral, o CCOI estabelece uma rotina de monitoramento, com possibilidade de intervenção e comunicação imediatas. A produção de soluções tecnológicas inteligentes é uma tendência para os municípios e Sorocaba segue nessa vanguarda, buscando recursos junto a outras esferas de governo para colocar em prática e ampliar tais iniciativas.

“A rápida tomada de decisão, frente à cada situação identificada via câmeras, é um diferencial via CCOI. Tanto é que queremos ampliar cada vez mais essa adesão ao sistema, também por parte da iniciativa privada”, complementou o secretário da Semob. Os interessados em ter sua rede de videomonitoramento conectada ao CCOI, contribuindo com a segurança e a mobilidade da cidade de Sorocaba, podem fazer esse pedido via e-mail: [email protected]. Cada caso terá sua viabilidade técnica e importância estratégica analisada pelo setor.

“A população de Sorocaba merece um sistema integrado como esse. É inovador e moderno. O videomonitoramento está presente, com equipes sempre de olho, pelos quatro cantos da cidade. Se a pessoa quiser fazer alguma irregularidade, é bom pensar antes duas vezes, pois a chance de ser flagrada é grande e será cada vez maior. Pensando nisso, queremos uma Sorocaba cada vez melhor e mais protegida para todos”, finalizou o prefeito Rodrigo Manga.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *